02 junho 2009

2 de Junho






Saudades não venhais juntas
vinde pouquinhas a poucas,
vinde mais compassadinhas,
dai lugar umas às outras !
quadra popular

3 comentários:

jj disse...

Que magnífica fotografia!
(Não admira que as saudades venham... São como as cerejas, infelizmente! Sugestão: degustar umas cerejinhas fresquinhas para afastar para longe as saudades. :))))


Jinhos.

Anónimo disse...

Começo por me desculpar pois há muito não comento,
mas hoje ao passar por aqui fiquei até nostálgica com esta bonita fotografia...

um beijo
Vera

Anónimo disse...

Também venho comentar por mor da foto. E da saudade que me faz sentir de um tempo em que ou não era nascido ou infante. Não é tanto do tempo que então se viveria mas do bom senso e simplicidade que transpiram da arquitectura representada nesta foto. E até sou fã da moderna arquitectura, mais excitante visualmente, mas esta remete para algo que diria de quase transcendente. Como que uma "eternidade de propósitos". Não tenho outras palavras.