05 novembro 2006

Medo

Será porque envelheci? Será porque estou mais precavida? Será porque me chegam ao ouvido mais histórias ?... Hoje,no meio da gente anónima, de dia ou de noite, em espaços mais ou menos concorridos, mais ou menos iluminados, tenho MEDO, desconfio...Assim, em abstracto...Que saudades de quando tinha por lema "GUARDA:FORSE ACCANTO A TE C'É UN ANGELO !"

4 comentários:

jj disse...

Gosto do lema! :) Medo, nunca. Jinhos.

alecerosana disse...

Voltei e li tudo!
Terminei aqui, no MEDO que aos poucos se vai instalando. Por onde andarão os Anjos da guarda?
Permita-me um abraço,
al

MJ disse...

'Vamos começar'? Assim, de mansinho, para lhe dizer quanto admiro a sua linguagem directa mas cuidadosa, a sua linhagem distinta mas generosa.
Agradeço a sua prosa e a sua poesia - se me permitir, virei aqui muitas vezes visitá-la.
M João

Maria de Lourdes Beja disse...

MªJoão: Claro que vou gostar muito de que venha visitar este meu blog!
Mas não voltou a aparecer...
Espero que leia os últimos posts.
Também irei visitá-la,se me disser como localizá-la.
COM simpatia, Mªde LOURDES