25 julho 2006

Habitar sempre a sua própria casa__Que guerra?

"A CASA QUE NÃO CONSTRUISTE TORNAR-SE-Á TUA SE A "HABITARES".Guardei de memória esta frase lida num dos livros da Simone de Beauvoir. Não há nela nenhuma mensagem de vanguarda, mas muito simplesmente a constatação de tantos acontecimentos que de súbito nos "caem em cima", sem que aparentemente possamos intervir.Acontecimentos pessoais( uma doença, um fracasso, um acidente, a morte dos que amamos...), ou acontecimentos colectivos ( cataclismos, desastres, guerras...) . Mas, se os não construimos, só podemos fazer uma coisa : dar-lhes um sentido, "habitá-los", integrando-os na nossa história pessoal, aceitando-os como algo que nos transformou. Recomeçamos sempre e, com o que passamos a ser, sempre tentamos construir alguma coisa diferente,mas outra e inevitável.
Todos nós necessitamos, incessantemente, de apropriarmo-nos dos acontecimentos, de fazè-los nossos, senão a nossa presença no mundo seria uma desadequação insustentável.
Mas, em tudo isto,quem crê em Deus pode ir bastante mais longe, porque, ao descobrir o sentido dos acontecimentos, reconhece um novo tipo de relação com esse mesmo Deus. Nunca mais será aquele fatalismo__"...é a vontade de Deus, submeto-me..."__ mas será antes __"...graças,meu Deus, porque me ensináste esta outra forma de vida..."
E sabemos todos que somos de novo capazes de revigorar velhas forças para uma nova partida, para ,sempre, a nossa própria "casa"...
É com isto que contamos, nesta, mil vezes repetida, impiedosa guerra que não queremos...

2 comentários:

Anónimo disse...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»

Anónimo disse...

Keep up the good work. thnx!
»