30 novembro 2010

Fernando Pessoa

T0da a alma digna de si própria deseja viver a vida em Extremo.Contentar-se com o que lhe dão é próprio dos escravos. Pedir mais é próprio das crianças. Conquistar mais é próprio dos loucos...( Desassossego)
Se hoje a comunicação social toda não tivesse vindo lembrar-nos Pessoa no dia da sua morte, talvez eu não me tivesse demorado particularmente a recordá-lo, porque ,avessa a datas e para mais obituárias, estaria a pensar em coisas muito mais próximas de mim, agora.
Mas, dos meus amores com Pessoa, todos aos altos e baixos, uma coisa sempre me suscitou piedade ( o que ele decerto abominaria):que as suas últimas palavras tivessem sido,primeiro de insegurança e logo seguidamente de pedir os seus óculos...A crermos n a permanência da sua capacidade de raciocinar até ao último momento e conhecendo o seu pensamento que citei, teria ele partido para uma louca conquista que vislumbrava mal naquele transe do seu caminho ?...
Que podemos nós saber dISSO ?

1 comentário:

Emídio Ferreira de Aguiar disse...

Ó Maria de Lurdes, está solteira, sem filhos, mas não está só: está livre. Todos os que amam, se sentem um pouco seus filhos(as), seus pais(mães) e seus irmãos(ãs). Belos gostos: Beethoven, Pessoa... Também os filmes não me seduzem como na juventude, já vi tantos, que só te tiverem alguma originalidade e muita qualidade é que não me fazer dormir.
Martz Inura