19 março 2010

No Dia do Pai

Primeiro, a mão pequenina
aprende os gestos em cruz
e a boquita já murmura
Em nome do Pai...que era
Pai do Menino Jesus...

Junto à cama, pela manhã
e à noite, à cabeceira,
aprendeu a ajoelhar
pra falar com o Pai do Céu.

Mas ao da Terra, esse Pai
que pousa em sua cabeça
a mão quente a abençoar
e o acolhe nos braços
sempre que o fazem chorar,
também aprendeu a amar
mas de uma outra maneira
com outros,diferentes laços...

Crescer...é viver partindo!
Muitas coisas aprendendo,
mas tantas não entendendo...
Ó Pais da Terra e do Céu
ainda nos estais ouvindo?

1 comentário:

jj disse...

Que bonito!!!

Somos (muito) os pais que temos, de facto.



Um resto de dia feliz. :)

Jinhos.