23 fevereiro 2008

Aznavour

Esta noite vai haver um espectáculo em Lisboa cujo anúncio, aqui há uns tempos, me deixou entre o admirada , o orgulhosa e o curiosa...AZNAVOUR ,o "guru" da minha juventude apaixonada, o "padroeiro" dos nossos sonhos de amores mais arrebatados, aquele que íamos ver e ouvir em Paris, sempre que foi possível, ou aqui em Lisboa sempre que vinha cá, esse Aznavour da minha idade e que transporta consigo as mais emocionantes recordações certamente não só minhas mas as de toda uma geração que já se foi fragmentando com o multiplicar de todos estes anos, esse Aznavour vem agora aí dizer aos mais novos muitas coisas de nós, algumas,talvez, que nem teremos tido coragem de recordar, quanto mais de lançá-las assim, cantadas aos quatro ventos...Hier encore, j'avais vingt ans...,La bohème... Oh,amigo ,vou adivinhar-te hoje nesse enorme palco e cantarei baixinho aqui, contigo ...Ma vie, j'ai peur que ta jeunesse un matin disparaisse... ...je ne t'ai pas cherchée, c'est toi qui t' es donnée... .o toi la vie, ne mabandonne pas! Tu sais, je crois en toi...

1 comentário:

jj disse...

Pois é, e os bilhetes esgotaram tão rápido! Acaba por ser intemporal o guru da sua juventude... :)

Jinhos.