10 julho 2007

LISBOA

Lisboa à beira da barra,
Lisboa à beira de mim,
Meu rio, barco e amarra,
Ida e volta, meu sem-fim...

Minha Lisboa ! Nunca assim falei da cidade que é minha mesmo, como é convencional dizer.se da terra onde se nasceu. A minha terra é Leiria.Esta é uma realidade que endossei mas que não sinto correr.me nas veias. Pelo afecto essencial, pela aderência física, pela génese das memórias, pela imanência espiritual, pelas cumplicidades culturais, eu tenho aquela terra que me tem, plena e despreconceituosamente, e essa terra é Lisboa. Nela fui menina e mulher, nela amei, nela sofri, com ela aprendi códigos e tradições, Nela FUI.Nela ESTOU SENDO. E estou tentando acompanhá-la nas vicissitudes do seu desenvolvimento, ou, melhor dizendo, do seu crescimento. Porque Lisboa mais tem crescido,em comprimento, largura e altura, não sendo bem a isto que se chama desenvolvimento. Passando por muitas mãos executoras das ideias, opiniões, credos políticos, ou mesmo convicções de muitas cabeças pensantes, Lisboa arruinou-se, remendou-se, engalanou-se, endividou-se e continua linda a seduzir-nos com as suas claridades e os seus lusco-fuscos, com os seus altos e baixos, praças largas ou recantos esconsos, modernices ou antiguidades... Suponho que é por estas razões todas que se encarniçam os políticos quando,democraticamente, vai a votos a governação desta linda cidade-mulher( como diz aquele fado ) . Desta vez há nada menos do que doze candidatos pretendendo governá-la, cada qual acreditando que conhece o segredo de a tornar melhor, mais europeia, mais rica...diferente. Estive a ouvi-los e ficou.me um travo na garganta, uma inquietação mal definida... Que Lisboa, senhores, que LISBOA será essa, senhores, que nos querem dar, a nós que amamos esta tanto ?...

3 comentários:

Anónimo disse...

Como me senti em sintonia consigo,
de facto Lisboa linda,
Lisboa menina,
onde vou sendo e crescendo...
A minha, a nossa Lisboa!!!
E ao mesmo tempo, que sufoco...
para onde a levam...!!!
beijo amigo Vera

jj disse...

Também vi e também não percebi, não cheguei a qualquer conclusão. Confesso que depois de tanta argumentação, fiquei com algum receio, por ver negro o futuro daquela que é efectivamente da capital do nosso país.

Jinhos.

jj disse...

MAria de Lourdes,

Estamos com um (grave) problema de comunicacao. Nao recebi nada, estranhei por acaso... Bem, nao sei se lhe dei da outra vez, mas aqui vai o meu e-mail do g-mail:

joana.mp3@gmail.com

Agora provavelmente ja nao terei tempo de conhecer o seu amigo, mas para facilitar os nossos contactos deve ser util. :)

Jinhos.

P.S. Desta vez nao passarei por ai, chego muito tarde, as 00.00 de Sabado. Mas para o mes que vem, quem sabe?